quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Croquetes de atum (no forno)

Se as frituras aqui por casa já eram raras, ultimamente são mesmo quase inexistentes. Continuo a fritar batatas fritas quando nos dá aquele desejo, pois prefiro comê-las em casa em que sei a proveniência das batatas e o estado do óleo usado para fritar. Outra coisa que faço de vez em quando são os panados de frango ou perú, pois ainda não me habituei a fazê-los no forno, mas para lá caminho. Tirando isso, não costumo fazer mais fritos. E sabem qual a melhor técnica para deixar de fazer fritos? Deixar de comprar. Deixei de ter no congelador tudo aquilo que não quero comer. Rissóis, douradinhos e bolinhos de bacalhau daqueles de compra. Se nos apetece uns bolinhos de bacalhau ou uns croquetes, faço-os eu no momento, a quantidade desejada e em vez de os fritar, meto-os no forno. São igualmente saborosos e muito mais saudáveis.
Faço-os com frango, com peixe, com alheira, com atum. Os que vos trago hoje são uns croquetes de atum que fizeram as delícias dos da casa e até o meu pequeno que detesta cebola, comeu tudo e disse que estavam muito bons ;-)

Retirei esta receita recentemente de algum blog, mas não me lembro qual. Se alguém for o autor desta saborosa receita, que se acuse.


Ingredientes: (rendeu 18 croquetes médios)

- 4 a 5 batatas (podem substituir por batata doce)
- 3 latas de atum
- 3  colheres de sopa de farinha de amêndoa
- 1 cebola média picada
- 2 ovos
- Salsa/Sal/Pimenta q.b. (para temperar)
- Farinha de mandioca (para panar)

Preparação:

- Colocar as batatas partidas aos bocados, num tacho com água e sal e levar a cozer. Desfazer as batatas em puré. Reservar.

- Numa taça, juntar os ingredientes todos (excepto farinha de mandioca) e envolvê-los bem. Temperar com sal, pimenta e salsa e misturar bem.

- Untar as mãos num pouquinho de azeite e moldar croquetes do tamanho desejado.

- Passar os croquetes por farinha de mandioca e dispor num tabuleiro de ir ao forno forrado com papel vegetal e regado com azeite.


- Levar ao forno até ganhar cor. Ir virando para dourar de ambos os lados.

- Servir.

7 comentários:

  1. Olá Joana,
    Que bom aspecto. Por acaso também costumo fazer croquetes de atum e são muito apreciados. Mas assim no forno são bem mais saudáveis. Sou como tu, não compro e quando quero faço. Aqui não dispensamos umas batatas de vez em quando, uns pastéis de bacalhau e uns panados de frango. 😊

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão bons estes salgadinhos, Sara. Mas a técnica, pelo menos para mim, passa mesmo por deixar de comprar aquilo que não quero comer. E tem funcionado.

      Eliminar
  2. Eu, croqueteira assumida, destes nunca provei. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem que provar. São super fáceis de se fazer :-)

      Eliminar
  3. Olá Joana,
    Também já cortei todos os fritos. Faço muita coisa no forno, os peitos de frango e de peru são um exemplo, experimente ficam muito bons e comemos saudável.
    Quanto à sua receita com é no forno vou experimentar, parece fácil e deliciosa. Bjs e bom domingo.

    ResponderEliminar
  4. Eu sempre detestei fazer fritos! Gosto de os comer, mas fazer sempre foi um sacrifício! E quando comecei a dieta passei a fazer no forno e nunca mais quis doutra forma! Ficam mais saudáveis, não temos óleo a respingar por tudo quanto é lado e também não ficamos com a casa (e nós próprios) a cheirar a fritos! Eu gosto muito de um salgadinho e não resistia a comer um desses croquetes se pudesse! Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Hummmmmm!!! Querida Joaninha, vou levar esta receita comigo!! Que bom que está de regresso:) Beijinho grande.

    ResponderEliminar